Ações da Petrobrás despencam após troca de líder da estatal

Atualizado: 6 de set. de 2021

A Ibovespa fechou em queda hoje após o presidente Jair Bolsonaro ter anunciado na noite de sexta-feira (19) a troca do presidente-executivo da Petrobrás. O mercado financeiro reagiu fortemente à decisão de Bolsonaro, com aumento do dólar, negociado a R$ 5,51. As ações da Petrobrás caíram 16%, devido aos temores dos acionistas em relação à uma possível intervenção do governo no preço dos combustíveis.

General Joaquim Silva e Luna
O general Joaquim Silva e Luna, ex-ministro da Defesa, foi indicado por Bolsonaro para presidir a Petrobras - Antonio Cruz/Agência Brasil

Segundo levantamento da Economatica, com o tombo nas cotações, a Petrobras perdeu em poucas horas nesta segunda-feira quase R$ 75 bilhões em valor de mercado. Foi a segunda maior queda diária em valor da mercado da Petrobras desde o início do plano Real. Na sexta-feira, a petroleira já tinha encolhido R$ 28 bilhões.


O presidente Jair Bolsonaro criticou fortemente a gestão atual da estatal, liderada por Roberto Castello Branco. O mandato do atual presidente-executivo será até dia 20 de Março, e haverá uma votação do conselho da Petrobrás para decidir se será aprovada a mudança da gestão, que será encabeçada pelo general da reserva Joaquim Silva e Luna, atual diretor da Itaipu Binacional.


Ao negar mais uma vez a tentativa de interferência na política de preços da Petrobrás, Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (22), em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, que exige apenas "transparência e previsibilidade" da companhia. Bolsonaro destacou o prazo do contrato com Roberto Castello Branco à frente da Petrobras e questionou o salário do mandatário para "trabalhar de forma remota".


O chefe do executivo federal ressaltou que o contrato de Castello Branco como presidente da estatal acaba no dia 20 de março e avisou: "É direito meu reconduzi-lo ou não. Ele não será reconduzido, qual o problema?"


"O chefe tem que estar na frente, bem como os seus diretores. Então, isso para mim é inadmissível. Descobri isso há poucas semanas. Imagine eu, presidente, no meio da covid-19, ficando em casa. Não justifica isso aí", pregou, ao reafirmar que ninguém vai interferir na política de preços da Petrobras.


A decisão de de trocar o comando da Petrobras repercutiu negativamente entre investidores, com vários analistas cortando a recomendação dos papéis, bem como reduzindo preços-alvo. A XP Investimentos, por exemplo, cortou a recomendação para os papéis da Petrobras de "neutro" para "venda" no domingo, em relatório sob o título "Não há mais como defender".