London Bridge is down

Atualizado: 10 de set.

A Rainha Elizabeth da Inglaterra, também conhecida como "Rainha Mãe do Reino Unido", faleceu. Ele será sucedida por seu filho, que já é uma pessoa de avançada idade, o agora rei Charles, de 73 anos.


Lembremos que a rainha, nascida em 1926, serviu durante a Segunda Guerra Mundial, e iniciou seu mandato logo após Dwight D. Eisenhower assumir o poder nos Estados Unidos pela primeira vez e logo após a morte do líder da União Soviética, Josef Stalin. Ela viu o homem pisar na lua, viu o Muro de Berlim cair, esteve presente nas Olimpíadas de Londres há dez anos e, como se isso não bastasse, sobreviveu à pandemia de Covid.


Sua Majestade Elizabeth II casou-se em 1947 na Abadia de Westminster com o príncipe Philip da Dinamarca e Grécia, que renunciou aos seus títulos desses dois países. Antes do casamento, ele recebeu o título de Duque de Edimburgo.


De Londres, é relatado que sua saúde começou a declinar após a renúncia de Boris Johnson como primeiro-ministro. Boris já tem uma popularidade bem baixa e agora o peso de deixar a rainha com problemas de saúde recai sobre ele.


É importante colocar-se no contexto que, embora para milhões de pessoas em todo o mundo a existência de monarquias já não se justifique de forma alguma, existem vários estudos e pesquisas sérias sobre os habitantes do Reino Unido e da Inglaterra onde é mostrado que a grande maioria da população ainda apoia a existência da família real, os quais vivem num mundo muito diferente do dos habitantes das cidades onde reinam e sentem muito orgulho de todas as tradições culturais que delas derivam.


Apesar de o território onde ainda reina a monarquia inglesa ter se adaptado aos tempos democráticos modernos com a existência de primeiros-ministros, câmaras de lordes e parlamento, ainda hoje seu papel é fundamental na política mundial.


O protocolo "London Bridge" estabelece que são necessários pelo menos 10 dias para concluir todos os atos relacionados ao enterro da rainha.


Para os interessados, deixo aqui um resumo (em inglês) dos atos que se seguem após a declaração oficial da morte da Rainha, com as palavras "London Bridge is down":



Repercussão mundial da morte de Elizabeth II


Palavras de algumas pessoas importantes:

"Deus abençoe a rainha, que o rei descanse em paz e vida longa." – Sir Paul McCartney
"Ela era o próprio espírito da Grã-Bretanha, e esse espírito perdurará.” – Liz Truss, primeira-ministra britânica.
"A rainha Elizabeth II foi uma estadista, com uma dignidade e perseverança nunca antes vista, que fortaleceu a relação entre o Reino Unido e os Estados Unidos, ajudou a tornar a nossa relação especial." – Joe Biden, presidente dos Estados Unidos.
"Ao longo da minha vida, Sua Majestade, a Rainha, sempre esteve presente. Na minha infância, lembro-me de ver os detalhes de seu casamento na TV. Lembro-me dela como uma jovem muito bonita que se tornou uma avó muito amada por toda a nação. Minhas mais profundas condolências à família real." – Mick Jagger, vocalista e líder da banda de rock britânica Rolling Stones.
"Como muitos outros, Michelle e eu estamos gratos por ter testemunhado a liderança de Sua Majestade, e estamos maravilhados com o legado de seu serviço público incansável e digno. Nossos pensamentos estão com sua família e o povo do Reino Unido durante esses tempos difíceis." – Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos.
“Para a maioria dos canadenses, não conhecemos outro Soberano. A Rainha Elizabeth II foi uma presença constante em nossas vidas. Repetidamente, Sua Majestade marcou a história moderna do Canadá. Ao longo de 70 anos e vinte e três viagens reais, a rainha Elizabeth II viu este país de costa a costa e esteve lá para nossos principais marcos históricos. Ela proclamava ‘foi bom estar em casa’ ao retornar ao seu amado Canadá." – Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá.
“Desejo-lhe coragem e resiliência diante dessa perda difícil e irreparável. Peço-lhe que transmita sinceras condolências e apoio aos membros da família real e a todo o povo da Grã-Bretanha”. – Vladimir Putin, em carta ao rei Carlos.
"A rainha Elizabeth tem sido uma grande parte de toda a minha vida, desde a minha infância até hoje, sentirei sua falta todos os dias." – Elton John, cantor britânico.


Texto escrito por Johao Larios Fidalgo

Desenvolvedor de software que gosta de pesquisar sobre o impacto da informática no mundo real, diretamente de San José, Costa Rica.